Comércio Bilateral

Historico

Desde o início de seu relacionamento, o Brasil e o Iraque têm desfrutado de fortes relações bilaterais. Em 1971, o Iraque estabeleceu uma embaixada no Brasil, na sua primeira missão diplomática na América Latina. Desde então o entendimento entre os nossos dois países tem conduzido a parcerias eficazes e crescentemente frutíferas em muitas áreas.

Certificação

De acordo com determinações das autoridades iraquianas, todos os documentos comerciais referentes à origem do produto e procedimentos da manufatura, estando relacionado às transações de exportação das indústrias e das Trade Companies do Brasil para o Iraque, deverão obrigatoriamente receber certificação e legalização da Câmara de Comércio e Indústria Brasil Iraque e posterior emissão do Certificado de Origem.

Estatísticas

Nas estatísticas oficiais do governo brasileiro não estão contabilizadas as exportações indiretas do Brasil para o Iraque, comuns há muitos anos. No entanto, como todos os produtos exportados para o Iraque devem ser certificados pela CCIBI, a Câmara também registra e documenta as exportações para o Iraque através de países vizinhos como Síria, Kuwait, Jordânia, Turquia, Irã e Emirados Árabes Unidos.

Acordos

Este Acordo Comercial, concluído em 05 de julho de 1939 por Troca de Notas entre o Consulado Geral brasileiro em Beirute e o Consulado Geral Real do Iraque destaca-se por determinar a aplicação do princípio de nação mais favorecida pelo Brasil a todos os produtos naturais ou manufaturados originários ou de proveniência do Iraque. A título de reciprocidade, o Iraque também passou a aplicar o tratamento da nação mais favorecida ao Brasil.